• Gustavo Sorrentino

Os segredos do Onboarding

Atualizado: Jan 29

“Será que vão gostar de mim?”
“Estou me vestindo apropriadamente?”
“Como será que é a minha equipe?”

Acredito que a maioria aqui já se fez essas perguntas no seu primeiro dia de trabalho. Começar no novo emprego é sempre emocionante para os recém-contratados, mas também pode ser muito estressante, pois a tensão está lá no alto, inseguranças, ansiedade… um misto de sentimentos que fica até difícil de descrever. E justamente para aliviar essa tensão e sanar algumas dúvidas do novo colaborador existe o Onboarding.

Diante disso, n´´ós da Hrestart decidimos contar alguns segredos do Onboarding pra você, vamos lá? Traduzindo de forma literal do inglês, onboarding vem do inglês to board que significa "embarcar", fazendo uma analogia entre o seu novo colaborador e um tripulante subindo a bordo. Um bom processo de Onboarding tem como finalidade fazer com que esse novo colaborador seja ambientado mais rapidamente na nova empresa. Durante essa fase, que dura geralmente em torno de 90 dias, eles decidem se continuam trabalhando para sua organização ou não. Um bom Onboarding proporciona a eles uma experiência introdutória de sucesso e os envolve desde o início. Ou seja, uma empresa de sucesso precisa valorizar pessoas! E acolher seus colaboradores de forma personalizada e amistosa se torna essencial. Como disse Simon Sinek:

"Os clientes nunca amarão uma empresa até que os funcionários a amem primeiro".

Mas se a satisfação e o bem-estar do colaborador por si só não foi o suficiente para te mostrar a importância de um bom processo de integração, vamos falar de números? 86% dos profissionais decidem se querem continuar ou não na empresa nos 6 primeiros meses; ao mesmo tempo em que 31% deixam o emprego no mesmo período por não estarem alinhados com o negócio, cultura e propósito. No entanto, com um processo de Onboarding bem estruturado, a sua empresa pode: aumentar em 82% a retenção dos profissionais, reduzir em 70% o tempo para os profissionais alcançarem a produtividade máxima, aumentar em 54% a satisfação dos colaboradores com a empresa e de quebra reduzir a carga de trabalho do seu RH.

Dicas para deixar seu Onboarding digital mais eficiente:

  • Crie vídeos de boas-vindas

Saudades do tempo em que, para demonstrar afeto, bastava dar um caloroso abraço ou chamar para um café! Infelizmente, em tempos de pandemia, esse tipo de carinho não tem sido uma possibilidade, mas isso não significa que não exista outras formas de demonstrar para seu novo colaborador como a equipe está animada com a chegada dele e como ele é bem-vindo!

Uma maneira alternativa de demonstrar afeto ao novo membro da equipe é um vídeo de boas-vindas personalizado da equipe ou do próprio CEO. Dessa forma, o novo colaborador não apenas se sente bem-vindo, mas também vê e fica sabendo mais sobre seus colegas!

  • Apresente a equipe

Para criar um vínculo entre a empresa e o novo contratado, apresente sua equipe! Uma ótima maneira de fazer isso é integrar o novo contratado com histórias pessoais descontraídas sobre seus colegas antes mesmo de começarem a trabalhar.

Por exemplo, aqui na Hrestart, quando um novo membro entra no time, marcamos um encontro pelo Google Meet e toda equipe se apresenta, compartilha seus hobbies e no final conta uma curiosidade pessoal! Algo simples, mas que sempre tira boas risadas e é ótimo para iniciar uma conversa com os novos colegas, além de ajudar na conexão com os recém-chegados.

Mas isso não é tudo! Antes mesmo do primeiro dia, o colaborador já recebe vídeos de apresentação de alguns de seus futuros companheiros.

  • Defina um anjo/buddy (pessoa que vai recebê-lo)

Esse é aquele que acompanha o novo profissional nos seus primeiros meses na empresa, aquela pessoa que acolhe, apresenta o escritório e a quem o profissional recorre quando tem alguma dúvida, além de ser aquele que indica os melhores restaurantes da região para fazer um lanche, enfim, um verdadeiro anjo <3

Sabemos como começar em um novo emprego pode ser estressante, mas tudo fica mais fácil na companhia de um amigo, não é mesmo?

  • Crie uma trilha de conteúdos personalizados e distribua de forma variada (podcast, e-mail, SMS, etc.)

Vou te falar o que acontece na maioria das empresas: o novo contratado chega em seu primeiro dia, assiste uma apresentação em PowerPoint infinita, recebe uma tonelada de PDF e afins, e tem basicamente 3 dias para memorizar aquilo tudo antes de começar a trabalhar de fato. É uma chuva de informações novas que fica difícil de processar.

Que tal aproveitar que o mundo está evoluindo e inovando e embarcarmos nessa? Hoje existem maneiras mais simples de implementar diferentes programas de integração para diferentes locais, equipes ou departamentos.

Com pílulas de conteúdo, você pode enviar aos poucos trilhas personalizadas por diferentes canais (e-mail, Whatsapp e até mesmo SMS!). Esses conteúdos podem ser podcasts, vídeos, cursos on-line e uma infinidade de outras possibilidades que a tecnologia nos proporciona. Com isso, você envia o conteúdo certo no momento certo, e dessa forma, seus novos contratados aprendem um pouco mais a cada dia e obtêm as informações mais relevantes para sua função, isso se torna ainda mais necessário em uma empresa com um grande número de colaboradores e escritórios espalhados pelo país, onde cada local ou departamento provavelmente terá diferentes regras e maneiras de trabalhar.

Embora a criação de conteúdo personalizado para públicos múltiplos possa parecer bastante trabalhoso, lembre-se: falar de Onboarding é falar de experiência! E com isso, você garante que o novo colaborador não fique sobrecarregado e saiba o suficiente para se sentir preparado.

  • Agende reuniões virtuais

Quem foi que disse que o home office precisa ser solitário? Hoje o que não falta são ferramentas que possibilitam reuniões virtuais com o time, o que é fundamental para manter o espírito de equipe e facilitar na socialização do novo colaborador com o restante dos colaboradores.

E nada de câmera desligada! Precisamos ver as pessoas, como elas estão e nos conectarmos visualmente com elas. E sem pânico! Algumas coisas realmente fogem do nosso controle; aqui na Hrestart, por exemplo, já conhecemos os pets da maioria dos nossos colaboradores, porque eles aparecem na câmera de forma inesperada, e tá tudo bem! (mas não esqueça de tirar o pijama antes das reuniões, por favor! kkkk)

  • Para facilitar, utilize uma plataforma de Onboarding digital

Claro que todas essas dicas que eu dei acima se tornam muito mais fáceis usando uma plataforma digital, isso porque o Onboarding digital ajuda o RH na retenção de seus talentos, aumenta o engajamento, e você consegue mensurar o grau de satisfação de seus profissionais com a sua empresa, com a sua marca, consegue realizar pesquisas e trabalhar o employee exprience. Afinal, dados geram métricas, que geram análises e consequentemente ações. Não vai me dizer que você ainda controla isso tudo no Excel?

Importante ressaltar que com uma plataforma digital de onboarding a empresa pode iniciar a ambientação antes do primeiro dia, desde a admissão. E pra tornar esse processo ainda mais digital, ágil e menos burocrático a admissão e escolha de benefícios podem ser totalmente digitais. Chega de papel e deslocamento do profissional, tudo rápido e seguro. E você RH recebe os documentos online, conferido e com um clique a sua folha de pagamento estará pronta! Sonho? Não, realidade!

Com a ajuda da tecnologia certa o céu é o limite, ou como gostamos de falar aqui na Hrestart: o céu não é o limite!

Você quer ajuda para implantar um Onboarding digital na sua empresa?

A Hrestart sabe como te ajudar, clique aqui e envia uma mensagem pra gente! :)



O autor é Gustavo Sorrentino LDR na Hrestart